Cuca deixa Palmeiras por proposta “surreal” da China, diz André Rizek

Campeão brasileiro pelo Palmeiras, o técnico Cuca deve assistir de longe o time na Libertadores do ano que vem. De saída do clube, o treinador tem a China como destino segundo o apresentador André Rizek. No “Redação SporTV” desta segunda-feira, o jornalista contou que soube do próprio treinador que ele deixaria o clube ao final do Brasileirão e informou ao clube que seria impossível cobrir a oferta dos chineses.

– Vou falar porque estou cravando que o Cuca não fica: quem me disse foi o próprio Cuca. Há um tempo atrás, eu estava jantando com o Cuca, conversando com ele, e agora que acabou o campeonato eu posso falar. Estava eu e outros jornalistas e ele nos confidenciou que já tinha avisado o Palmeiras que não ficaria, que era uma proposta surreal, impossível de ser coberta, irrecusável (…) – revelou.

Para Rizek, a menos que ocorra uma reviravolta muito grande, esse deve ser o desfecho. Segundo ele, a proposta é “inacreditável” para os padrões de um técnico brasileiro.

– Sei que jornalista adora brincar de Deus e se meter na vida dos outros. O Cuca sabe melhor do que ninguém o que é melhor para a vida e a carreira dele. Claro que ele indo para China a carreira dele vai dar dois passos para trás. É um salário inacreditável, acho que eu na posição do Cuca não recusaria.

O jornalista Roberto Avallone, que também participou do programa, acha cedo para cravar uma saída do técnico, mas Rizek insistiu na versão que ouviu do próprio treinador e repetiu o que teria sido a frase de Cuca.

– Estou contando de forma honesta porque estou cravando que ele não fica. Eu estava em um jantar e ele falou: “Não fico, já comuniquei ao Palmeiras que aceitei uma proposta da China” – contou.

Questionado após a vitória sobre a Chapecoense, Cuca disse que o momento era de curtir a conquista e evitou o assunto. No entanto, o treinador deixou nas entrelinhas de que não deve renovar o vínculo, que se encerra no final do ano. O GloboEsporte.com apurou que o técnico deixará o clube por questões particulares.

Fonte: Cuca deixa Palmeiras por proposta “surreal” da China, diz André Rizek


Com gol de Marinho, Vitória derrota o Internacional no Barradão

O Vitória venceu o Internacional por 1 a 0 no Barradão na tarde deste domingo (5/6) com gol de Marinho, no início do primeiro tempo. O Leão mais uma vez mostrou sua força jogando em casa e conquistou os três pontos, indo a oito. Agora, o rubro-negro ocupa a nona colocação na tabela do Brasileirão. O próximo adversário do Vitória é o lanterna Botafogo, fora de casa. O gol rubro-negro saiu com apenas três minutos de jogo. O zagueiro Ernando se atrapalhou, tentou recuar para o goleiro, mas Kieza se antecipou e ficou com a bola. Ele tentou passar por Danilo Fernandes, que conseguiu cortar, mas a sobra da bola ficou com Marinho, que mandou de longe para o gol livre. Um a zero para o Leão. Correio


Vitória vence Corinthians em jogo de viradas de placar no Barradão

Pressionados pelos tropeços na estreia, Vitória e Corinthians entraram em campo na tarde deste domingo (22) dispostos a sair com o triunfo de qualquer jeito. A tônica perfeita para um jogo franco e com bastante movimento, inclusive no placar. O Leão faturou os três pontos ao vencer por 3 a 2. Chegou a levar a descer para o vestiário perdendo de 2 a 1.

O placar foi aberto aos 25 minutos por Uendel, a favor do Timão. Leandro Domingues igualou o marcador aos 30. Somente 8 minutos depois, Fagner colocou o visitante à frente novamente. Aí veio a primeira virada, não no placar, mas no domínio da partida. O Leão voltou elétrico para o segundo tempo. Mancini compactou a equipe e esperou o time de Tite avançar para partir e contra ataque. A estratégia deu certo.

Marinho empatou novamente o jogo aos 11 minutos da etapa complementar. Teve polêmica. Atletas alvinegros reclamaram de mão. O juizão validou sem mostrar dúvida. Abalado, a time paulista não se encontrou mais em campo. Acabou dominado. O golpe final veio com velocidade. Kieza, aos 19, saiu de cara com Walter e não perdoou. A partir daí foi só cercar sem dar combate para não abrir espaço e partir para o abraço no apito final.

O resultado tirou o Vitória da 19ª posição para a 13ª, com 3 pontos. A próxima partida será na quarta-feira (25) contra o América-MG, no Independência. O Corinthians manteve-se no 15º lugar, péssimo quadro para o atual campeão. Deve enfrentar a fúria da torcida na tentativa de reabilitação, contra a Ponte Preta, quinta-feira (26), na Arena Corinthians.


Corinthians, Flamengo e Cruzeiro brigam pelo retorno de Anderson Talisca ao Brasil

Depois de um bom momento pelo Benfica, o rendimento de Anderson Talisca caiu e o ex-jogador do Bahia pode estar de malas prontas para retornar ao Brasil. Apesar disso, a torcida do Bahia não verá o atleta com as camisas do clube tão cedo. Isso porque, segundo o jornal português “A Bola”, Corinthians, Flamengo e Cruzeiro brigam pelo atacante.

Os times ainda terão que enfrentar a forte concorrência do West Ham, da Inglaterra. De acordo com o site especializado ‘Transfermarkt’, o jogador tem valor de mercado de quase R$ 40 milhões. Há a informação também de que o Benfica gostaria de emprestar o jogador para ele ganhar eperiência e voltar mais confiante à equipe portuguesa, com a qual tem longo contrato.


Após rebaixamento, Vitória dispensa oito jogadores; confira a lista

rp_treino-vitoria.jpg

Após o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, o Vitória dispensou nesta terça-feira (9) oito jogadores.não fazem mais parte dos planos do clube. O presidente do Vitória falou em entrevista  que poucos atletas remanescentes no elenco devem permanecer para a temporada 2015. “Talvez, Luiz Gustavo, mas depende do Palmeiras”, revelou.

Confira a Lista a baixo:

  • Roger Carvalho;
  • Dão;
  • Ayrton;
  • Adriano;
  • Marcinho;
  • Edno;
  • Vinícius;
  • Marcos Júnior.

Piores do Brasileirão: dupla Ba-Vi aparece com seis jogadores

Em contrapartida a premiação dos melhores do Campeonato Brasileiro, a Bola de Prata, prêmio entregue pela Revista Placar em parceria com a ESPN, o site da emissora criou a “Bola de Lata”, “premiação” que elege os piores da Série A do Campeonato Brasileiro. A relação dos premiados foi bem “generosa” com a dupla Ba-Vi, já que dos 11, quatro são do Bahia e dois pertencem ao Vitória.

Marcelo Lomba está na seleção dos piores do campeonato

No gol, Marcelo Lomba foi soberano. Com 37 jogos e uma média, segundo o site, de 5.61 pontos, ele foi escalado como o pior arqueiro do Brasileirão. Na lateral-direta, Ayrton, do Vitória, com 5.22 de média conquistada em 16 jogos. A dupla de zaga não ganhou um integrante dos times baianos, mas Dankler, do Botafogo, que aparece ao lado de Danilo, do Sport, foi revelado no Vitória. As médias dos dois foram 5.22 e 5.32, respectivamente. Fechando o setor defensivo aparece Guilherme Santos, na lateral-esquerda, que ficou com 5.20 em 25 jogos.

No setor de meio campo estão Wendel, do Sport, com 5.19 de média em 29 jogos e José Welison, mais um do rubro-negro baiano, que ficou com média 5.23 em 20 jogos. Ibson, também do Sport (4.81 – jogos) e Marcos Aurélio, do Bahia (5.26 – 17 jogos), completam a meiuca. No setor de ataque, ninguém menos do que Henrique, que só fez dois gols em 23 jogos e terminou a competição com 5.04 de média, e Yuri Mamute, do Botafogo, que conquistou um 5.00 em 17 jogos.

Confira como ficou a seleção do ‘Bola de Lata’:

  • Goleiro: Marcelo Lomba (Bahia) 5.61 – 37 jogos
  • Lateral direito: Ayrton (Vitória) 5.22 – 16 jogos
  • Zagueiro: Dankler (Botafogo) 5.22 – 18 jogos
  • Zagueiro: Danilo (Sport) 5.32 – 19 jogos
  • Lateral esquerdo: Guilherme Santos (Bahia) 5.20 – 25 jogos
  • Volante: Wendel (Sport) 5.19 – 29 jogos
  • Volante: José Welison (Vitória) 5.23 – 20 jogos
  • Meia: Ibson (Sport) 4,81 – 16 jogos
  • Meia: Marcos Aurélio (Bahia) 5.26 – 17 jogos
  • Atacante: Yuri Mamute (Botafogo) 5.00 – 17 jogos
  • Atacante: Henrique (Bahia) 5.04 – 23 jogos

Árbitro conquistense corre de jogadores do Figueira e é salvo por He-Man

Um lance inusitado marcou a vitória heroica do Inter sobre o Figueirense, com gol aos 50 minutos do lateral Wellington Silva. O jogo deste sábado (6) encerrou exatamente depois do tento salvador. Os jogadores do Figueirense se mostraram irritados pelo número de acréscimos conferidos e tentaram alcançar o árbitro Marielson Alves da Silva. Eis que surge mais um herói em Florianópolis. Autor do gol de empate aos 41 minutos do segundo tempo, Rafael Moura fez jus à alcunha de He-Man e praticamente se abraçou ao árbitro, numa escolta improvisada. Ao final, a vitória foi confirmada, deixando o Colorado em terceiro, à frente do Corinthians, o que o permite entrar na fase de grupos da Libertadores.


Bahia e Vitória estão rebaixados para 2ª divisão do futebol brasileiro

O fim da temporada para o Bahia não poderia ser pior. Com mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, desta vez para o Coritiba, nesta tarde de domingo, por 3 x 2, no estádio Couto Pereira, o tricolor baiano confirmou seu retorno para a segunda divisão nacional, competição que atuou pela última vez em 2010.

Com o resultado, o tricolor terminou o Brasileirão com apenas nove vitórias, dez empates e 19 derrotas (aproveitamento de 32,5%), em 38 rodadas. Foram 31 gols marcados e 43 sofridos, encerrando sua participação na disputa com um saldo negativo de 12 gols.

A equipe, hoje comandada por Charles Fabian, só ficou à frente de dois adversários nesta Série A: Botafogo-RJ e Criciúma, que já haviam confirmado o retorno para a segundona anteriormente.

Em um jogo muito brigado, mas sem nenhuma criatividade no ataque, o Vitória acabou perdendo para o Santos por 1 a 0 e acabou rebaixado para a Série B 2015. Mesmo com o apoio de sua torcida e enfrentando um time desmotivado, o Leão da Barra não conseguiu vencer e viu o Palmeiras, mesmo com um empate, se manter na primeira divisão nacional.

Precisando do resultado a qualquer custo, o Vitória acabou assistindo o time santista dominar os primeiros lances de ataque no Barradão. Logo com 2 minutos de jogo, Daniel Guedes cruzou na área e Damião cabeceou com a bola desviando em Kadu. Logo depois, aos 3, o atacante alvinegro teve outra boa oportunidade e acabou furando no momento da finalização.

O Palmeiras não conseguiu fazer sua parte, mas escapou do rebaixamento no Brasileirão. Precisava de uma vitória na última rodada para não depender de nenhum outro resultado. Mas não passou de um empate com o Atlético-PR, por 1 a 1, neste domingo, no Allianz Parque. Assim, só escapou da queda graças aos tropeços de Vitória e Bahia, os dois que caíram para a Série B.

Convivendo com o fantasma de um novo rebaixamento, depois das quedas em 2002 e 2012, o Palmeiras encerrou neste domingo uma campanha medíocre no Brasileirão. Mesmo jogando com o apoio da torcida, no seu belo estádio novo, não foi capaz de vencer um adversário completamente desinteressado.


Luxemburgo dispara: “Botafogo e Palmeiras merecem a 2ª divisão”

Vanderlei Luxemburgo não poupou Botafogo e Palmeiras em entrevista concedida ao Terra nesta quinta-feira. Ao defender que o Campeonato Brasileiro tenha menos que quatro rebaixados por temporada, o atual técnico do Flamengo criticou a administração recente dos dois clubes, que ocupam a parte de baixo da tabela do torneio nacional – os cariocas já estão na Série B do próximo ano, enquanto os paulistas buscam fuga na última rodada.

“Cai muito, é uma coisa que já falei com o Marco Polo (del Nero, futuro presidente da CBF), que é meu amigo. Esse (menos rebaixados) é um dos pontos que não sei se a televisão vai deixar, mas o Brasileiro é o único campeonato em que 20% dos times caem. Sou a favor de dois e mais um terceiro que disputaria repescagem. O Botafogo e o Palmeiras merecem a segunda divisão porque vêm fazendo bobagem há muito tempo. Então caíram, caíram. Além disso. uma coisa é você ter um time médio ali embaixo e outra é você ter a cobrança no São Paulo, no Corinthians, no Flamengo, no Grêmio. As próprias perguntas dos jornalistas são diferentes”, disse Luxemburgo.

Na edição de 2014 do Campeonato Brasileiro, o Botafogo já está rebaixado e o Palmeiras precisa de vitória na última rodada para ter certeza que não voltará à Série B em 2015 pela terceira vez. Recentemente, o goleiro Fernando Prass, do time alviverde, viu-se envolvido em polêmica ao admitir que já recebeu mala branca no futebol – foi absolvido em julgamento que poderia pegar dois anos. Luxemburgo detonou a prática e disse que mala branca é incompetência.

“É uma grande bobagem. Sou muito contrário a isso. Mala branca nada mais é que uma incompetência. Se o Palmeiras, por exemplo, manda dinheiro para alguém, é incompetência. Eu não aceito mandar para cá ou mandar para fulano. Eu não aceito mandar dinheiro porque vai dar demonstração de como somos incompetentes”, comentou o treinador.

Assista a entrevista:


Presidente do Atlético-PR não esconde chance de entregar jogo para o Palmeiras e rebaixar o Vitória

Com a possibilidade de definir o destino do Vitória no próximo domingo, o presidente do Atlético-PR, Mario Celso Petraglia, não esconde o seu ressentimento em relação ao clube baiano. Em encontro com a Globo, no último mês de agosto, ele desabafou com os executivos da emissora sobre os conflitos que enfrenta na Justiça com o time rubro-negro por conta de um suposto ‘calote’ e de uma dívida de R$ 400 mil.

A pessoas próximas, Petraglia não nega que a chance do troco pode vir neste fim de semana: em caso de derrota atleticana para o Palmeiras, no Allianz Parque, em São Paulo, a equipe do Barradão estará automaticamente rebaixada para a Série B.

Em Salvador, existe o temor de uma possível ‘entregada’ dos paranaenses na última rodada.

A sensação foi reforçada depois do anúncio de que peças chaves do rival como o lateral Sueliton e o atacante Marcelo não irão a campo, segundo divulgado, por “processos cirúrgicos”.

Preocupado com a postura do Atlético-PR contra o Palmeiras, o Vitória não descarta tomar as medidas cabíveis, dependendo do que acontecer em campo no Allianz Parque.

O conflito entre os dois teve início ainda em dezembro do ano passado, ao fim do contrato de empréstimo do lateral direito Léo na Arena da Baixada. O Atlético-PR tinha a preferência na compra do atleta e chegou a depositar o valor estipulado pelos baianos, R$ 1,5 milhão por 50% dos direitos econômicos. A falta de um acordo, no entanto, levou a revelação para o Flamengo, que ofereceu R$ 2 milhões.

Uma cláusula no acordo obrigava o Furacão a cobrir uma proposta superior. Diante disso, o clube exigiu na Justiça, então, a devolução da quantia adiantada. A disputa foi parar nos tribunais e, no último mês de agosto, a Justiça baiana decidiu favoravelmente ao Leão da Barra. O Atlético-PR entrou com nova ação recentemente e ainda tenta reaver o dinheiro.

Fonte: ESPN